Arquivo para categoria SEO

Cada um no seu quadrado

Nunca escondi minhas críticas a ABRADi, APADi, AGADi e demais entidades dessa franquia. São dois os principais motivos:

1. Seus membros se intitulam agências, quando na sua maioria são produtoras. Como já escrevi anteriormente agência pressupõe você agenciar alguma coisa, conforme diz o Aurelio “é empresa especializada na prestação de serviços e que desempenha, em geral, função intermediária e agência de propaganda é empresa de serviços que planeja, executa, distribui e controla a propaganda comercial dos seus clientes”. No caso, a maioria das empresas aqui são produtoras e desenvolvedoras de soluções. O que não é nenhum demérito, apesar delas não gostarem de ser chamadas assim e discordarem do meu ponto de vista. O próprio CENP concorda comigo, ao negar certificação a boa parte das empresas que atuam em publicidade online no Brasil.

2.O mercado publicitário já tem diversas entidades que representam agências, como ABEMD, Grupo de Mídia, ABAP e, no lado digital, o IAB, que tem entre seus filiados as maiores agências e produtoras do país.

Bem, esta semana a APADi lançou um Manual de Serviços Digitais, cujo objetivo – louvável diga-se de passagem- é criar uma tabela de referência para precificar projetos digitais. Porém pode ser um tiro no pé.

Peguemos o caso de SEO, por exemplo. A tabela fala em 2 mil reais para planejamento e mil reais como mensalidade em projetos de no mínimo 6 meses. Ora, por mais que esses valores sejam piso ( “a partir de”) qualquer um que tenha o menor conhecimento no assunto sabe que esses preços são absurdos, inviáveis mesmo para qualquer projeto que se preze. E o prazo idem. SEO não é ciência espacial, mas é bem mais complexo do que colocar meia dúzia de metatags e comprar alguns links.

Por mais que as empresass afiliadas a entidade tenham custos baixos, esses preços são impraticáveis, a menos que o projeto seja entregue ao “sobrinho do primo do amigo”.

Outro erro crasso é precificar links patrocinados pelo número de palavras. Se você paga apenas pelo clique, por que limitar listas?

Não resta dúvida que as maiores empresas e profissionais importantes de SEM não foram ouvidos para colaborar na criação desses preços.

Enfim, não posso opinar quanto ao preço dos outros serviços do Manual, mas por melhor que seja a iniciativa, em relação a SEM esta tabela de modo algum “traz valores mais próximos da realidade do mercado paulista”, como diz o Michel Lent, por exemplo.

Fico imaginando se a Ogilvy, onde meu amigo Michel é diretor, vai cobrar esse valor ou algo próximo de seus clientes. Acredito que não.

3 Comentários

Sobre o Searchlabs

Infelizmente não tive como ficar os dois dias no Searchlabs. Mas o pouco que vi me agradou, especialmente para um primeiro evento, de organizadores jovens e muito comprometidos.

O evento contou com 3 salas simultâneas, o que pode ser questionado: o auditório principal, onde estava os convidados internacionais, com certeza ficou lotado o tempo todo.

As outras duas salas alternavam entre cheias e vazias – no meu caso, ela estava cheia quando falei.
🙂

Sala vazia desanima qualquer palestrante, por melhor que seja o material que ele tem a apresentar.

Espero que o evento se repita ano que vem e possa contar com maior apoio dos grandes veículos do mercado, pois potencial ele tem. Há detalhes mínimos na organização que podem e precisam ser aprimorados, caso o evento ganhe mais corpo.

Parabéns a todos os envolvidos!

2 Comentários

iProspect, pioneira em Search Engine Marketing, abre escritório no Brasil via MídiaClick

Segue cópia de press release divulgado hoje.

São Paulo, 19 de outubro de 2009 – O grupo Isobar Latin America anuncia hoje a expansão de sua marca global de search marketing, a iProspect, para o mercado brasileiro. A companhia inaugura suas operações no Brasil por meio da MídiaClick, a primeira agência de marketing de performance do país.

A MídiaClick, fundada em 2006 em São Paulo, foi a primeira empresa do país a ser certificada com o título Google Analytics Authorized Consultant na América Latina e uma das primeiras a ser reconhecida como Google Qualified Company. Todos os gerentes de search marketing da empresa possuem o título de Google Advertising Professionals e todos os consultores de web analytics da empresa têm qualificações individuais de Google Analytics. A companhia oferece no mercado brasileiro e latino-americano serviços de Search Engine Marketing (SEM), incluindo links patrocinados e Search Engine Optimization (SEO), Web Analytics e Business Intelligence. A MídiaClick também realiza campanhas de marketing de performance em todas as maiores ad networks do Brasil.

Já a iProspect, fundada nos Estados Unidos em 1996, iniciou sua expansão internacional em 2005. Desde então levou sua experiência, tecnologia e expertise para diversos países do mundo. Hoje a empresa possui 28 escritórios em 22 países, sendo três nos Estados Unidos e os demais na Austrália, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Hungria, Itália, Japão, Coréia do Sul, Malásia, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Singapura, Espanha, Suécia e Tailândia. O escritório brasileiro é o primeiro da América Latina.

A marca MídiaClick será substituída pela iProspect Brasil, sob a liderança do executivo Marcelo Sant’Iago, na posição de diretor geral. A agência nasce com os 28 funcionários que faziam parte da MídiaClick e estréia com um portfólio de clientes que inclui empresas como Caltabiano, Editora Abril, Veris Faculdades, Natura, Reader´s Digest, Citibank, Credicard, FIAT, Nextel, Roche e SKY.

Sant’Iago atua com mídia interativa desde 1996, ano de fundação da iProspect. Foi palestrante em diversos eventos de marketing digital em países como Argentina, China, México, Estados Unidos e nações do Oriente Médio. Foi presidente do IAB Brasil, entidade da qual ainda integra o conselho consultivo. Recentemente atuou como co-chairman do SEMPO (Search Engine Marketing Professionals Organization) na América Latina.

“A missão da iProspect Brasil é oferecer serviços de qualidade ao mercado, contribuindo para o desenvolvimento e crescimento dos negócios dos nossos clientes”, afirma Sant’Iago. “Ser parte da família iProspect traz ganhos significativos em termos de experiência, processos, tecnologia e sinergias”, afirma o executivo.

“Acreditamos que esta é uma enorme e empolgante oportunidade de liderar o desenvolvimento do mercado de search marketing e marketing de performance na América Latina”, afirma Rick Ralston, Chief Operating Officer (COO) da Isobar Global Search. “Temos as ferramentas certas e o time perfeito para levar nossos clientes a ter as melhores experiências de mídia de performance, seja no campo tradicional ou digital”, completa Ralston.

“A iProspect Brasil traz uma nova expertise para os negócios da Isobar na América Latina. A Agência Click é líder de mercado de serviços digitais. A Age é uma agência full services de classe internacional. Agora, temos a primeira grande rede global de search inaugurando suas operações no país”, afirma Pedro Cabral, Chief Executive Officer (CEO) da Isobar Latin America. “Search se tornou uma ferramenta essencial no marketing moderno. Por isso a atuação da iProspect Brasil não será restrita ao grupo Isobar. Os serviços premium da nova agência estão disponíveis para todos os anunciantes e agências do país”, afirma.

Sobre a Isobar
Lançada como uma divisão digital da Aegis Media em maio de 2003, a Isobar é uma rede international full services de marketing, provendo alinhamento, integração e coordenação de todos os assets digitais da Aegis Media em termos globais, regionais e locais. Por meio de uma rede de 108 escritórios em 39 países, os serviços da Isobar incluem consultoria estratégica, publicidade e mídia online, websites, buscas, marketing viral, serviços móveis e CRM. A Isobar possui 3.500 funcionários, gerencia cerca de US$ 2 bilhões em contas e é a segunda maior rede digital global segundo a RECMA. Para mais informações, visite http://www.isobar.net

Sobre a iProspect
Fundada em 1996 e adquirida pela Aegis em 2004, a iProspect é parte da Isobar, uma rede international full services de marketing. A empresa ajuda algumas das marcas mais famosas do mundo a maximizar seus investimentos de marketing e obter ROI por meio de serviços de search engine optimization (SEO), online display advertising, links patrocinados e web analytics. Para mais informações, visite http://www.iprospect.com

Sobre a MídiaClick
Fundada em 2006, é a primeira agência brasileira especializada em Marketing de Performance, traduzido como toda ação de marketing com objetivos pré-definidos e mensuráreis. Presta serviços de Search Engine Marketing (links patrocinados e SEO – otimização de sites), gerenciamento de campanhas de performance e consultoria em Business Intelligence. Foi a primeira empresa da América Latina a ser certificada como Google Analytics Authorized Consultant. Para mais informações, visite http://www.midiaclick.com.br

3 Comentários

iProspect eleita a mais completa agência SEM dos Estados Unidos

Estudo da Forrester Research, realizado pela primeira vez em 2006, elenca as principais agências do mercado norte-americano segundo 72 critérios de avaliação.

Leia o post inteiro no Search Now e aproveite para baixar uma cópia do estudo todo.

Deixe um comentário

Yahoo Bomb: Obama’s miserable failure

Google Bomb é uma expressão que tem se tornado mais conhecida de marketeiros a cada dia que passa. Na verdade é um nome genérico para explicar o aumento artificial de relevância para determinados termos de busca, que coloca um site nos primeiros lugares na página de resultados dos principais mecanismos de busca.

Já tratei disso aqui no Poucas&Boas, assim como é tema recorrente na blogosfera especializada em SEM.

Um dos mais populares termos associados a Google Bomb é “miserable failure”, que levava diretamente a biografia de George Bush. O próprio Google reconheceu o episódio em seu blog.

Levava…pelo menos no Yahoo.

Aparentemente a equipe de SEO da Casa Branca não fez a sua lição de casa: faça uma busca no Yahoo…Barack Obama assumiu a posição, mesmo que involuntariamente.

Danny Sullivan explica os motivos em detalhes no Search Engine Land.

1 comentário

SEM, SEO, PPC e companhia

Com o aumento da penetração do Search Engine Marketing em nosso mercado é importante esclarecer as diferenças entre as terminologias.

Mais de uma vez ouvi profissionais do mercado – que trabalham em empresas “especializadas em Busca” – usar erroneamente o termo SEM (Search Engine Marketing) para se referir a campanhas de links patrocinados.

Para evitar dúvidas, o IAB lançou um glossário, que recomendo a leitura (tem uma cópia no site da MídiaClick) e aproveito para reproduzir parte de um texto do Danny Sullivan, considerado o maior dos experts em SEM, onde ele esclarece as terminologias ao comentar um artigo escrito no Search Insider.

SEO: gaining traffic from search engines via free listings.

PPC/Paid Search: gaining traffic from search engines via paid listings.

SEM/Search Marketing: Umbrella term meaning the combination of both SEO+PPC.

(Obs. Aproveite o link para o texto do Danny e delicie-se com a polêmica em torno de um artigo criticando a banalização dos diversos eventos que existem no mercado norte-americano. O texto do Danny é um dos comentários, role a página para chegar nele).

4 Comentários

Search Marketing Fact Pack 2008

O Advertising Age acaba de lançar a edição atualizada de seu Search Marketing Fact Pack.

É leitura obrigatória para quem quer saber tudo sobre o mercado de Busca nos EUA:

Industry Overview Pages 2-3.
Engine Profiles Pages 4-8.
Keyword Use by Category Pages 9-17.
Buying Words Page 18.
Analytics, Consumer Behavior and Adoption Page 19-21.
Local Search Pages 23-24.
Mobile Pages 25-26.
Agencies Pages 27-30.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: