Arquivo de setembro \24\UTC 2012

Adnetworks&exchanges: a semana de 16/09-22/09

Real Time Bidding: uma nova realidade

Artigo do Fabrizio Bruzetti, MD da Digilant no Brasil, para o ExchangeWire Brasil.

O GRP continua ganhando prestígio

Para minha surpresa o mercado parece que no médio prazo irá adotar soluções parecidas como o velho GRP, tudo isso em busca das sonhadas verbas de branding. Leia um artigo no MediaPost que trata de uma pesquisa sobre o assunto. Aproveite para ler no ClickZ as novidades do OCR, que é o GRP online da Nielsen.

The MIG defende-se contra acusações de invasão de privacidade

Dois consumidores acusaram a empresa do grupo WPP a ter driblado as configurações de “do not track” do Safari. Leia mais no MediaPost.

O impacto da compra de mídia automatizada nas agências

Uma boa entrevista com Joanna O’Connell, da Forrester, sobre o futuro das agências de mídia. No Digiday.

Facebook lança oficialmente a FBX e testa uma mobile ad network

Tudo em busca da receita de publicidade. Leia sobre a FBX e sobre a mobile network no AdExchanger.

Outras notícias interessantes:

Google deve superar Facebook em receita de mídia display

Google lança novas ferramentas para editores

Chegamos à quarta onda da tecnologia de publicidade

, , , , , ,

Deixe um comentário

A lei, ora a lei!

Publicitário se acha, né?

Você entra na maioria das agências e estão lá nas paredes anúncios de todo o tipo, como se fossem obras de arte. Sempre me pergunto por que meu dentista não pendura na parede uma foto daquele canal super bacana que ele fez em mim.

Enfim, o mercado publicitário tem por tradição a auto-regulamentação, coroada pela a criação do CONAR na década de 70. Todas as agências respeitam este pacto de cavalheiros: se o CONAR veta uma campanha, ela sai do ar e segue o jogo. Assim o governo não intervém nas normas do mercado. Apesar de que, de uns anos para cá, ele está tentando meter o bedelho onde não foi chamado.

Todavia, isso não é motivo para publicidade considerar-se acima da Lei. E algumas vezes isso acontece.

Com a adoção da internet como meio de publicidade e a popularização das redes sociais e conteúdo gerado pelo consumidor, algumas fronteiras tem sido desrespeitadas e, a meu ver, alguns abusos cometidos em nome da criatividade.

O mais recente exemplo foi a polêmica campanha da Nokia para lançamento de um novo telefone.

Você deve ter lido sobre isso: um vídeo começou a rolar na web, junto com campanha de anúncios do Facebook (!) onde um cara procurava uma mulher que ele conheceu na balada. A coisa viralizou e o vídeo foi um sucesso, até que descobriram que era uma campanha publicitária e a coisa foi parar no CONAR e no PROCON. (Sobre este caso recomendo a leitura do ótimo texto do Rodrigo Leão no Meio&Mensagem)

Afinal, era um teaser ou fraude contra o consumidor? Depois de muita discussão e confusão, o CONAR aceitou os argumentos da defesa de que era um teaser. O CONAR ainda vai fazer uma advertência pública no mês que vem , depois de um caso envolvendo blogs de moda.

Mas essa é uma linha tênue que nem todas as agências – e anunciantes – toma o cuidado de respeitar.

Mas engana-se quem pensa que este tipo de controvérsia é “culpa da internet”. Os mais antigos irão lembrar de uma campanha de uma marca de ração para cachorros: foram espalhadas por São Paulo faixas dizendo “perdeu-se cachorro, criança sofrendo, recompensa-se bem” e coisas do tipo que sempre vemos (ou víamos, já que hoje essas mensagens estão todas no Facebook) por aí e sensibiliza a todos. Pouco tempo depois, as faixas foram substituídas por outra que diziam “Totó, volte que daremos Purina pra você todos os dias” ou algo assim. Foi uma dor de cabeça para a marca, que só não piorou porque não havia internet e consequentemente, Twitter e afins.
Enfim…

O artigo 36 da Lei 8.078 de 11/09/90 diz claramente que “a publicidade deve ser veiculada de tal forma que o consumidor, fácil e imediatamente, a identifique como tal (…). Além disso, o artigo 67 da mesma lei diz “Fazer ou promover publicidade que sabe ou deveria saber ser enganosa ou abusiva. Pena: Detenção de três meses a um ano e multa”.

Sabe que lei é essa? É o Código de Defesa do Consumidor. E o CONAR também legisla sobre o assunto.

Então, pense duas vezes antes de pagar aquele blogueiro (ou tuiteiro) para falar bem da sua marca sem dizer que é publicidade ou espalhar vídeos que possam gerar confusão sobre seu conteúdo.

Hoje em dia as agências mais de vanguarda decretaram o fim das duplas criativas. Agora são grupos que envolvem não apenas redatores e diretores de arte, mas mídias, planejadores e muitas vezes especialistas em tecnologia, quem criam as campanhas.

Minha sugestão: incluam sempre um advogado neste time, para evitar futuras dores de cabeça.

Este artigo foi publicado na revista ProXXIma de setembro e no Websinder. Contou com a valiosa contribuição da Dra. Flavia Penido; você pode segui-la no Twitter@ladyrasta.

, , , , ,

Deixe um comentário

Adnetworks&exchanges: a semana de 09/09-15/09

Microsoft acredita em construção de Marca via RTB

Entrevista de Daniel Sheinberg, diretor senior de display advertising, para o Adexchanger. E mais um artigo sobre o mesmo tema.

Segue o debate sobre métricas

Artigo bem completo do MediaPost. De quebra, baixe um bom pdf da comScore sobre validated impressions.

Guia sobre display advertising

Excelente, do IAB UK.

Facebook segue expandindo sua ad exchange.

Criteo e Rocket Fuel agora está a bordo, informa o ClickZ. Quem será a primeira empresa a oferecer este inventário no Brasil? Talvez a DataXu, que também anunciou a adesão?

Agências criticam o caos (sic) do mercado de display

Pois é, vamos simplificar? Leia no Digiday.

Não perca o bonde da audiência

Um dos melhores artigos sobre o assunto que li recentemente. No ExchangeWire Brasil

The Science of Display Advertising

Pra fechar, um vídeo com o painel de altíssimo nível da dmexco, em Colônia semana passada. 43 minutos, mas vale ver até o final!

 

, , , , ,

Deixe um comentário

Os sobrinhos atacam novamente!

Em julho escrevi um artigo criticando a presença dos “sobrinhos” na gestão de social media e projetos de internet de maneira geral.

Ao ser compartilhado em um grupo que congrega vários profissionais e diversos sobrinhos que discutem social media no Facebook, o que não faltou foi gente concordando, mas também muitas pessoas detonaram o texto e meu ponto de vista.

Pois então.

Semana passada tivemos um clássico exemplo do que acontece quando você deixa sua estratégia de marketing e relacionamento com os clientes na mão de um sobrinho. A loja Visou ganhou as manchetes ao, entre outros absurdos, mandar a cliente “procurar um macho”.

Em seguida a empresa soltou uma retratação pública, via Facebook.

Tudo resolvido.

Será?

Que nada! Veja na imagem abaixo o que aconteceu novamente no sábado ( dica do Jeff Paiva no Twitter).

A simpática mensagem do administrador da página diz “Vejo pessoas reclamando que o pedido não chegou, mas não recebo e-mail de nenhuma delas. Caso alguém tenha problema na compra, basta enviar seu caso para contato@visou.com.br
(dispensamos revoltadinhos não-clientes)”

Impressionante o descaso com a Marca e com os clientes!

, ,

4 Comentários

Adntworks& exchanges: a semana de 02/09-08/09

RTB: eficiência para quem compra e quem vende

Boas idéias neste texto no Admonsters.

RTB no mobile

eMarketer analisa os inventários disponíveis em cada plataforma. Os dados incluem América Latina.

Análise sobre performance de campanhas display  em ad networks.

Dados do eMarketer conta com dados da AdSafe Media.

IAB Brasil realiza eventos sobre mídia em tempo real.

Um webinar e um evento em São paulo. Confira no ExchangeWire Brasil.

Yahoo reafirma apoio a RightMedia

Depois de meses de especulações e indefinições, o Yahoo traz novidades sobre a RightMedia. Leia no Adexchanger.

 

 

, , , ,

Deixe um comentário

Adnetworks&exchanges: a semana de 26/08-01/09

Mudanças na 24/7 Media

Com a saída de Ari Bluman a empresa muda sua (confusa) estrutura. Para saber mais você pode ler no Adexchanger.

Mais um bom artigo sobre RTB

Toda semana tem um, né? Este saiu no E-Commerce Times.

Você acha que RTB é só para banners?

Então veja este post da AppNexus e babe!

Tecnologia de publicidade e mercado financeiro: tudo a ver

Quem já viu palestra minha ou leu meus artigos sabe que traço este paralelo faz tempo. Agora leia um bom texto no AdAge.

Mais RTB

O tema está quente! Leia mais no Telecomblog e uma belíssima explicação no blog Digital Wrestle.

Entrevista com Marco Gomes, da boo-box

Vale ler, no ExchangeWire Brasil.

Criteo fecha parceria com Yahoo Japão

O artigo no ExchangeWire explica um pouco do motivo do sucesso de retargeting.

, , ,

3 Comentários

%d blogueiros gostam disto: