Arquivo de novembro \28\UTC 2011

Adnetworks&exchanges: a semana de 20/11-26/11

E vamos para o que de mais importante rolou na semana passada.

RTB crescendo também na Europa

Adform recentemente introduziu RTB em suas ofertas e já vê os negócios crescerem. Leia mais no Adotas.

RTB: a nova realidade

Título de ótimo artigo de Fábio Bruzetti, da Adnetik, publicado no Caderno Propaganda&Marketing e no site do IAB Brasil.

Yahoo segue com a reformulação da RightMedia e cancela acesso direto das DSPs

Depois de vetar o acesso a empresas de retargeting, o Yahoo agora mira as DSPs. Leia mais no All Things Digital. O Adexchanger.com também cobriu o assunto em detalhes.

Compra de audiência chegou para ficar

Esta é a opinião do CEO da DQ&A. Ótima leitura.

E por falar em compra de audiência…

Leia este post super completo e esclarecedor no blog da Navegg. E o que é melhor: em português!

Morte ao CPM! 

Semana passada mataram o clique, agora é a vez do CPM. Artigo super interessante no Digiday.

Morte ao CPM! Ou não?

E aqui está o contraponto, também no Digiday.

, ,

Deixe um comentário

Lá vem mais uma campanha no Facebook

O jornalista Felipe Turlão escreveu esta semana uma ótima matéria para a coluna Em Perspectiva do Meio&Mensagem com este título.

Ela traz a opinião de cinco executivos de mercado ( de agência, anunciante, agência digital e consultor), incluindo a minha. Não deixe de ler, ficou bem legal.

,

1 comentário

Adnetworks&exchanges: a semana de 13/11-19/11

Semana bastante movimentada esta, aliás!

Saiba tudo sobre a MediaMath

O CEO Joe Zawadaski fala sobre a publicidade nos tempos de MathMen, trocadilho genial aliás! Leia a entrevista no Adexchanger.

Saiba tudo sobre a Vivaki Nerve Center

Outra visão do mercado de mais uma empresa super importante, também no Adexchanger.

Evento do IAB abordou RTB e muito mais

O IAB AdOps 2011 trouxe um debate sobre RTB, de quebra veja todos os vídeos do evento no site do IAB.

Morte ao clique!

Todo mundo sabe das minhas críticas ao click-through como métrica de sucesso. Mas matar o clique nos anúncios é a solução para a indústria atrair anunciantes de branding? Leia sobre esta e outras propostas radicais no Digiday.

Adexchanges e SSPs podem ocupar o mesmo espaço?

Artigo no MediaPost aborda esta questão, que ainda confunde muita gente. Os dois podem coexistir?

O futuro da publicidade online

Dispensa mais explicações. Leia na Reuters .

E tem mais:

Joel Jones, VP, Americas Ad Marketplaces at Yahoo!  fala sobre as mudanças na RightMedia exchange.

Andy Ellenthal critica RTB.

BrightRoll video adnetwork recebe aporte de 30 milhões.

Razorfish lança pesquisa sobre Adexchanges. (notícia do dia 9/11 que passou batida, sorry!)

, ,

Deixe um comentário

IAB Brasil 5 anos

A revista ProXXIma trouxe em sua edição atual uma matéria contando a história do IAB Brasil, que fez cinco anos em nosso país em outubro.

Vale a pena ler e conhecer detalhes da transição da AMI para IAB, que eu liderei durante meu segundo mandato como presidente da entidade. E, se você baixar a versão da revista para iPad, ainda pode ver um vídeo meu falando sobre o assunto.

De quebra, aqui está uma foto minha e Greg Stuart, então Presidente do IAB EUA, logo após assinarmos o acordo em NY que sacramentou a transição e criou o IAB Brasil.

Marcelo Sant'Iago(AMI) e Greg Stuart (IAB), após assinatura do acordo que criou IAB Brasil em NY em 2006

, , ,

Deixe um comentário

Adnetworks&exchanges: a semana de 6/11-12/11

Uma semana cheia de novidades!

DataXu lança nova plataforma

DX3 é o nome da nova plataforma integrada da empresa, pioneira no segmento de DSPs. Leia o que tem a dizer o CEO da empresa.

AppNexus lança AppMarketplace

Isso mesmo, foi uma semana de lançamentos. A AppNexus, conhecida principalmente por seu adserver, lançou uma nova plataforma que mais se assemelha a uma DSP, apesar deles não usarem esta palavra. Leia mais no MarketWatch.

HiMídia lança Hi-Destinos, adnetwork vertical de turismo. 

Ok, não sei se uma coleção de 15 sites chega a ser uma rede de publicidade, mas como trata-se de uma vertical vamos dar um crédito. A HiMídia lançou sua vertical de turismo, a Hi-Destinos. Acho bastante interessante investir em redes verticais, dado os portais serem adnetworks horizontais na prática, o que torna a competição bem mais difícil. Porém, ao contrário do anunciado por seu CEO Julien Turri, não é a primeira rede de turismo, já que a Decolar tem a Dtravel Network há algum tempo já.

Yahoo para de disponibilizar inventário para empresas de retargeting.

Um movimento arriscado na minha opinião. Leia mais no All Things Digital.

Otimização de campanhas display. Dicas da Adnetik.

Mais um artigo em português da Adnetik Brasil. O grande mérito do texto é mostrar que CTR não é tudo. Aliás, pra mim não é nada!

Oficializada a união entre AOL, Microsoft e Yahoo para venda de publicidade

E finalmente saiu do papel a união dos 3 gigantes. Mas ainda há muitas controvérsias, como bem pontua Mike Shields em artigo no Digiday.

As adnetworks realmente oferecem campanhas segmentadas dentro do target?

Segundo elas sim, mas segundo a Nielsen não. Leia artigo no Click Z.

 

 

 

 

, , , ,

Deixe um comentário

Não me interessa “como”. Quero saber “o que”

Este ano, logo na abertura da MIXX Conference, evento anual do IAB em NY, Randall Rothenberg, Presidente e CEO da entidade, cunhou a seguinte frase: “a tecnologia não importa, o que interessa é o que fazemos com ela”.

Bravo!

Há algum tempo há um chavão que me incomoda: o CIO ( Chief Technology Officer) precisa ser o melhor amigo do CMO (Chief Marketing Officer) para a publicidade online funcionar.

Data venia, permitam-me discordar.

Se assim fosse, desde os tempos do rádio esse amor já deveria existir. Mas o CMO precisa entender como funciona uma gráfica para desenvolver uma boa campanha de mídia impressa? Ou então como foi gravado aquele comercial cheio de efeitos especiais para poder aprova-lo?

Então tanto faz se ele sabe a diferença entre Flash e HTML5. Ele apenas precisar ser informado que um funciona no iPad e o outro não. Poupem-me dos detalhes técnicos de como o banner deu aquela cambalhota quando a página foi carregada ou qual adserver foi usado para instalar os cookies responsáveis pelo retargeting da campanha.

O que interessa – e isso o CMO precisa saber –  é  que pode ser feito no ambiente da campanha, seja ela mobile, web, tv ou qualquer outro meio. E não é necessariamente o CIO que vai explicar isso a ele. Mas claro que o segundo precisa saber tudo sobre plataformas de ecommerce, mobile apps e protocolos de segurança, para que o primeiro possa seguir focado em sua missão: comunicação, marketing, publicidade.

Vou dar um exemplo acontecido no MIXX este ano:

Carolyn Everson, VP Global Sales fez uma apresentação mostrando o potencial e os benefícios de se anunciar no Facebook. Em 30 minutos ela utilizou a palavra “tecnologia” apenas 3 vezes e uma dela referindo-se à frase de Randall na abertura. Ela foi amplamente tuitada, retuitada e citada em posts.

No final da manhã, Jaron Lanier, Partner Architect at Microsoft Research’s eXtreme Computing Group, falou para a mesma platéia sobre o potencial da realidade virtual em ampliar a forma como as pessoas se expressam, divertem-se e aprendem. Resultado? Silêncio no plenário, no Twitter, em blogs e redes sociais.

A resposta é simples: por mais fascinante que seja o tema realidade virtual – e é mesmo- a audiência, formada basicamente de publicitários e marqueteiros, não se empolga com a tecnologia. Ela quer saber o que pode ser feito com ela. Talvez se Jaron mostrasse imagens do Kinect tivesse tido um melhor retorno.

O Google também utilizou-se de uma estratégia simples e brilhante para mostrar que as pessoas assistem comerciais no YouTube: distribuiu sinalizadores verdes e vermelhos para a audiência.  Ao iniciar a exibição de um comercial todos deviam estar com os sinalizadores verdes levantados; apenas após 6 segundos você poderia mudar para o vermelho, caso não gostasse do comercial. Resultado: o primeiro filme, uma animação, foi rapidamente gongado. Já o segundo, teve aprovação da maioria, pois ele prendia seu interesse até o final.

Assim foi durante os dois dias do evento: quem evitou calcar seu discurso em tecnologia e mostrou seus argumentos com um discurso adequado a audiência, teve as melhores respostas.

Em 7 anos que vou ao MIXX, Jonathan Mildenhall, Vice President, Global Advertising Strategy and Content Excellence da Coca-Cola recebeu a mais longa ovação que já vi no evento. Sua apresentação foi contagiante (me disseram que ele já havia se exibido no Festival de Cannes com enorme sucesso). E ninguém quer saber como foi criada e produzida as incríveis animações que ele utilizou.

 

(artigo publicado na revista ProXXIma de novembro)

, ,

Deixe um comentário

Adnetworks&exchanges: a semana de 30/10-5/11

Aqui vão as principais notícias da semana passada.

Formatos inovadores para display media

Ok, alguns já são conhecidos, mas a DoubleClick reuniu sete soluções inovadoras para turbinar sua campanha display. Confira no blog especialmente o Dynamic Creative.

Fatores essenciais para uma campanha de display de sucesso

Um bom texto dos nossos amigos da Adnetik Brasil, em português.

Novo recurso na DoubleClick Adexchange: CPM mínimo

Uma boa notícia para aqueles editores que ficam preocupados com o leilão de preços. Agora você pode definir seu CPM mínimo. Leia entrevista com Scott Spencer no Adexchanger.

 

Yahoo comprou a Interclick

Veja as reações do mercado sobre a aquisição da Interclick pelo Yahoo

Tamanho é documento?

Bom artigo no Digiday tratando com os novos formatos de banners e o potencial da web em campanhas de banners.

Mobile Adnetworks: há uma bolha?

Praticamente toda semana temos novidades sobre o papel das adnetworks no ambiente mobile. Confira mais este artigo provocador.

Como navegam os jovens de até 17 anos?

Interessante dados da Navegg em seu blog. Aproveite e complete a leitura com este texto em inglês de Eric Picard da Traffiq, sobre as questões éticas envolvendo cookies de terceiros, de empresas como a Navegg.

 

 

 

 

 

, ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: