A vaca foi pro brejo na sexta-feira, quando o Orlando Magic perdeu o jogo 5 das finais da conferência leste da NBA para o Boston Celtics.

2 dias. 48 horas. Uma eternidade na internet.

Mesmo assim, ao acessar o site da NBA hoje – domingo – está lá o anúncio da Adidas com o Dwight Howard, cuja missão, segundo o texto na própria peça, é “levar o Orlando ao título”.

Detalhe: campanha em português e, muito provavelmente, comprada via rede de conteúdo do Google, o que só aumenta o problema, pois basta entrar no sistema e pausá-la. E depois trocar por outra peça, simples assim.

E tem mais: quando você clica e entra no hotsite…”estamos entre os 16 times que foram para as finais…”.

Hello, vocês já estão fora! Out! Finito!

Uma coisa é o anúncio na revista ou jornal, que você só pode corrigir na edição seguinte, às vezes apenas na próxima semana ou mês. Agora na web…isto é imperdoável!

(dica para a Adidas e sua agência: aproveite que vocês patrocinam também o Kevin Garnett, que joga no finalista Boston, e atualizem a campanha)