Jantar com amigos. Um deles apresenta a nova namorada, que se apresenta assim: “Sou jornalista. Jornalista 2.0”.

Me acomodei na cadeira e pensei “lá vem coisa…”

Resumindo o discurso: ela trabalha monitorando blogs, comunidades e Twitter.

Fiquei curioso para saber como ela monitora o Twitter, na verdade quais os critérios adotados para saber se alguém é “monitorável”: “Ah, na verdade a gente presta atenção em quem tem muitos seguidores apenas, né…”

Pronto era a deixa que eu precisava!

E se um cara tem apenas 50 seguidores, mas entre eles estão formadores de opinião, pessoas influentes e que, eventualmente, tem centenas de seguidores? Na minha visão Twitter é qualidade e não quantidade, não acha?

Ela fez cara de “fundo infinito”…”Amor pega outra breja pra mim…”

Mudamos de assunto.