Publicidade online = campanhas de performance

Pelo menos no mercado norte-americano esta é a realidade: publicidade online está se tornando sinônimo de campanhas de performance.

Para concordar com esta afirmação basta analisar o quadro abaixo, com os dados da publicidade online nos EUA em 2007, produzidos pelo IAB e PricewaterhouseCoopers LLP.

Dos 21.2 bilhões de dólares, 51% foram investidos em modelos de performance, contra 45% no modelo CPM e 4% híbrido.

Além disso, keyword search totalizou 41% dos investimentos, mais que a soma de todas as formas de display media (patrocínios, banners, rich media e vídeo).

Outro dado que chama muito a atenção é o baixíssimo volume representado pelas campanhas de email marketing, com apenas 2% do total. Pelo visto, este é mesmo um formato sem futuro como mídia, devendo ficar restrito a ações de relacionamento.

O relatório completo está disponível no site do IAB dos EUA.

Anúncios
  1. #1 por Paulo Rodrigo Teixeira em 26/05/2008 - 11:00

    Oi Marcelo,Material excelente. Parabéns pelo achado. Só não concordo com a conclusão de que e-mail marketing não tem futuro. Minha visão dos dados é que o e-mail marketing não tem muito investimento porque é muito barato. Veja este artigo de 2007:http://www.emarketer.com/Article.aspx?id=1004532&src=article1_newsltrTem muita gente ganhando dinheiro com e-mail marketing.Um grande abraço

  2. #2 por Sant'Iago em 26/05/2008 - 12:24

    Paulo,Os dados da emarketer que vc menciona – preste atenção – são de 2006!! Além disso, a pesquisa foi feita com pessoas que compareceram ao Ad:Tech – um universo restrito como o próprio emarketer menciona – para saber o quanto eles pretendiam investir em 2007.Enquanto isso, os números do IAB/PWC são dados reais de mercado.Reforço: email marketing continua crescendo como ferramenta de relacionamento; como mídia seu futuro é bastante limitado.

  3. #3 por Paulo Rodrigo Teixeira em 26/05/2008 - 14:42

    Marcelo, sei que os dados são antigos e o mercado de e-mail marketing (com permission) não é tão forte como era antes, mas ainda funciona muito bem. O grande culpado dele perder força foi o spam e o mercado de busca pode vir a sofrer o mesmo com os “vendedores de óleo de cobra”.Um grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: