O Google anunciou o lançamento do Google Gadget Ads.

Novidade? Na verdade não, pois diversas empresas de tecnologia rich media oferecem soluções semelhantes.

Trata-se de mais uma prova da força dos widgets, solução que também é abraçada pelo Yahoo.

Como bem pontua John Batelle, os sites participantes da rede de conteúdo do Google cedem normalmente parte ociosa ou menos nobre de seu inventário. Com os novos formatos sofisticados, há uma possibilidade das campanhas vendidas pelo Google competirem com as comercializadas pelos próprios sites. ´

E aí, como fica para a agência e anunciante: de quem eles irão preferir comprar suas campanhas, se os Widget Ads permitirem formatos inicialmente não vendidos diretamente pelo site?