O USA Today trouxe ontem e hoje duas matérias bastante interessantes sobre o Google. Na verdade, uma completa a outra.

Na edição de ontem o CEO Eric Schmidt defendeu a entrada do Google na publicidade “offline”, através da venda de anúncios em revistas através do mesmo sistema de leilão dos links patrocinados e da compra de uma empresa de representação comercial de emissoras de rádio.

Hoje, o CFO George Reyes reconhece que o crescimento do Google diminuiu, daí a necessidade de diversificar a oferta de produtos.

As ações do Google vem caindo na bolsa. Não sou especialista em economia, mas é fácil observar que o aumento da concorrência ameaça os negócios do Google, que tem mais de 90% de sua receita oriunda dos links patrocinados, ao contrário de Yahoo e MSN, que tem uma oferta mais ampla de serviços, vários deles pagos.