Segunda-feira falei sobre a matéria do Link sobre o Orkut e seus problemas. Mas justiça seja feita: isso não é exclusividade do site de rede social preferido dos brasileiros.

O Myspace.com, que é o “Orkut dos norte-americanos” vem sofrendo com os mesmos problemas. E, lá como cá, a mídia tem dado destaque ao uso do site com fins sexuais e ilícitos. O próprio Rupert Murdoch, dono do MySpace, já admitiu isso em uma entrevista a Newsweek.

Cada vez mais pessoas aderem às redes sociais. Sem dúvida a capacidade de manter-se anônimo ou falsificar sua identidade, aliada à facilidade em atingir muitas pessoas, é um convite a desonestidade e ao crime. Mas não se pode simplesmente condenar o Orkut ou MySpace sem antes buscar soluções – tecnológicas e legais – para combater esses abusos. Afinal, há muita gente de bem ali.