O caderno Link, do Estadão, traz hoje uma longa matéria sobre o Orkut (o site).

Por ter se tornado extremamente popular, o Orkut paga o preço da fama: constantemente tem sido utilizado para práticas ilícitas. A matéria é muito boa e peço desculpas por tes postado somente agora, quando não há mais tempo de comprar o exemplar na banca.

O site do Link traz uma introdução à história, mas para ler tudo precisa ser assinante.

Não foi um bom presente de aniversário ao Orkut Buyyukkokten (o cara), que faz aniversário hoje. Aliás, ele está na minha lista de amigos, mas se quiser dar um Happy Birthday, Orkut “pessoalmente”, visite a página dele.